fbpx

O médico é um profissional altamente especializado e com grande responsabilidade, pois cuida da vida humana. Quando o médico decide por empreender, assume mais uma grande responsabilidade, a de fazer uma gestão próspera do seu negócio. Em virtude disso, ele precisa do apoio de uma contabilidade para clínicas ou contabilidade hospitalar, pois com esses profissionais especializados a gestão estratégica fica mais segura, descomplicado e clara.

A contabilidade para clínicas e contabilidade hospitalar deve resguardar o sócio médico, os diretores e os gestores em 5 áreas fundamentais:

Tributária

 No âmbito em questão, a sua contabilidade para clínica médicas e contabilidade hospitalar apoiará os sócios, acionistas e diretores na gestão tributária, por meio de planejamento tributário, orientação e controle dos procedimentos tributários, acompanhamento e aplicação da legislação pertinente ao a área de saúde, estruturar compliance tributário, dar suporte no cumprimento das obrigações acessórias, tais como: emissão de documentos fiscais, declarações mensais e anuais e informações ao consumidor dos serviços médicos.

Contábil

A contabilidade para clinicas médicas e contabilidade hospitalar, no aspecto contábil, deverá conhecer todos os processos de venda, faturamento, glosas, financeiro e de contratações prestadores de serviços ou empregados, com o objetivo de mapear todas as transações contábeis, para assim estruturar um plano de contas e demonstrações contábeis que reflitam a situação patrimonial, econômica e financeira da empresa. A partir disso, a contabilidade efetuará os registros contábeis, gerará relatórios e será capaz de assessorar a diretoria na gestão estratégica. Pode-se afirmar que a contabilidade auxiliará na gestão estratégica, porque a partir de suas informações será identificado a posição atual do negócio, para assim apoiar os sócios, os acionistas e diretores no plano de ação para alcançar o objetivo traçado.

Trabalhista e previdenciária 

considerando esse setor, contabilidade para clinicas médicas e contabilidade hospitalar será responsável por planejar os tributos previdenciários, controlar e aplicar os procedimentos trabalhistas necessários para o correto andamento da relação de emprego e da relação com o autônomo ou com o prestador de serviço pessoa jurídica, por promover os cálculos de remunerações, férias, 13º salário, rescisões e tributos incidentes, por acompanhar a legislação e jurisprudência referente as relações de contratação em clinicas médicas

Societária

nessa área de atuação a sua contabilidade para clinicas médicas e contabilidade hospitalar estruturará os contratos sociais e estatutos na modalidade mais adequada ao negócio e as necessidades do sócio quanto pessoa física, garantir a regularidade dos cadastros fiscais das clínicas perante Receita Federal do Brasil, Secretaria de Fazenda do Distrito Federal, Previdência Social, Conselho Regional de Medicina, Administrações Regionais ou Prefeituras, bem como efetuar o Cadastro Nacional do Estabelecimento de Saúde, Vigilância Sanitária,  e outros órgãos.

Conhecidas as áreas mínimas de atuação da contabilidade para clínicas e contabilidade hospitalar, fica evidente a importância para uma gestão estratégica da informação contábil e da análise do Contador. Diante disso, sugerimos que todo médico empreendedor tenha ao seu lado um profissional contábil especializado e de confiança, para apoiar no crescimento do seu negócio e tranquilidade na sua atividade fim, que é salvar vidas.

Leia outros artigos recentes: